Conhecendo o Ecossistema

Resgatar a relação do homem com a natureza, permite nos sentir integrantes do meio ambiente. Entender o funcionamento dos ecossistemas e como tudo na natureza está conectado, inclusive as ações humanas, é essencial para a mudança de comportamento que queremos para um desenvolvimento sustentável. 

As atividades deste projeto foram realizadas na 2ª (julho de 2019), 3ª (outubro de 2019) e 4ª (março/2020) Campanhas do Programa de Educação Ambiental, com a participação de um total de 553 pessoas.

2ª Campanha

Durante a Segunda Campanha de campo o projeto Conhecendo o Ecossistema foi realizado em comunidades de dois municípios: São José dos Pinhais/PR (Roça Velha e Córrego Fundo) e Campo Alegre/SC (Bateias de Cima e Sede do município).  

Em Bateias de Cima/SC a oficina ocorreu na EMEF Paulo Fuckner, foram apresentados slides sobre mata ciliar e conservação de recursos hídricos, por meio de imagens sobre as tecnologias da árvore, a importância da mata ciliar, os benefícios e serviços prestados pela árvore e, consequentemente, pela mata ciliar. Foram repassadas informações sobre a relação da mata ciliar e a conservação da água, sempre reforçando a dependência de uma ou da outra para a manutenção dos ecossistemas. 

Também foram trabalhados conceitos de corredor ecológico, frugivoria e dispersão de sementes, aquecimento global, assoreamento e processos erosivos. Foram distribuídas cartilhas informativas para todos os participantes presentes. Para fixar os conceitos trabalhados, ao final da apresentação foi projetado um curto vídeo denominado "Minuto Ambiental - Matas Ciliares", da Secretaria de Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo.

Após a apresentação, os alunos foram divididos em 3 grupos para realização de atividade prática. Cada grupo foi encaminhado para uma sala de aula onde havia materiais para realização de três oficina diferentes, sendo uma oficina de estamparia com uso de folhas naturais, outra de pintura com paisagens naturais, utilizando tinta de terra, e outra de modelagem em argila. 

Na sede do município de Campo Alegre, foi realizada atividade com os alunos da EMEB Maria José, no auditório do Espaço Cultural Sirlei Maria Neumann Johansson. A atividade teve início com a apresentação sobre o empreendimento e distribuição do boletim informativo para os presentes, foram repassados conceitos sobre geração e transmissão de energia e canais de comunicação entre comunidade e empreendimento.

Na sequência, foi realizada palestra por meio de apresentação de slides sobre Mata Ciliar e Conservação de Recursos Hídricos, com a distribuição de cartilha informativa, que contém conceitos sobre benefícios da árvore, o que é mata ciliar a importância de sua preservação, Área de Preservação Permanente, Manancial e suas principais causas de degradação, corredor ecológico, assoreamento e processos erosivos e serviços ambientais da floresta. 

Após a palestra, os alunos foram separados em grupos de seis a sete alunos, para cada grupo foi apresentada uma imagem contendo um curso d'água e sua respectiva mata ciliar, algumas imagens continham matas preservadas outras não, alguns rios estavam assoreados, outros canalizados e outros mal conservados, e imagens com plantio de mudas nativas em áreas de mata ciliar.

Cada grupo foi orientado a observar a imagem e relacioná-las aos conceitos trabalhados durante a apresentação, depois foram orientados a escrever em um papel uma mensagem para as futuras gerações sobre o que entenderam, ou sobre como gostariam que eles encontrassem os rios e as matas no futuro.

Um representante de cada grupo foi convidado para subir ao palco para ler sua mensagem para todos. Diversas mensagens sobre preservação ambiental e conservação foram lidas pelos participantes.

Em São José dos Pinhais/SC foi realizada atividade com a EMEF Carlos Gomes, que atende os bairros Roça Velha e Córrego Fundo, durante a festa junina escolar. Foi projetado vídeo sobre Mata Ciliar para os pais, alunos e professores, e em seguida foi realizada uma exposição dialogada sobre a importância da árvore e da água. Ao final da palestra, foi formada uma fila com os participantes, para cada um foi feita uma pergunta sobre os conceitos trabalhados e fornecido um brinde da Copel.

Em seguida, as crianças e seus pais foram convidados a visitar a exposição "Conhecer para Preservar", onde os participantes pintavam folhas e gotas para a elaboração de um painel coletivo para simbolizar a importância e a relação da preservação da mata para conservação da água. Na exposição, foram fixados cartazes e distribuídas cartilhas informativas.

3ª Campanha

Durante a 3ª Campanha de campo o projeto Conhecendo o Ecossistema foi realizado na EMEF Paulo Fuckner, localizada na comunidade de Bateias de Cima, no município de Campo Alegre/SC. 

Por solicitação da escola foi trabalhado o tema Horta Escolar, tendo como atividade prática a revitalização da horta da escola. Para trabalhar o tema proposto, foi debatido sobre a importância da terra para o ciclo de vida no planeta, demonstrando aos alunos, que os serem vivos fazem parte desse ciclo e dependem dele para sobreviver. Buscou-se demonstrar aos alunos a responsabilidade do ser humano em cuidar da terra e das plantas para a manutenção da vida no planeta. Essa responsabilidade se estende às plantas que são utilizadas na alimentação, portanto iniciou-se a apresentação das etapas para a implantação de uma horta, bem como as atividades necessárias para a sua manutenção. Então, os alunos foram divididos em 3 grupos para a definição das tarefas a serem executadas, de forma que um grupo ficou responsável em confeccionar as placas de identificação da horta, e os outros grupos ficaram responsáveis pela limpeza dentro e fora dos canteiros. 

4ª Campanha

Durante a 4ª Campanha de campo, por solicitação do público-alvo do programa, o projeto Conhecendo o Ecossistema realizou duas oficinas sobre Horta Escolar, sendo uma na EMEF Carlos Gomes, localizada na comunidade de Roça Velha (São José dos Pinhais/PR) e outra no Colégio Estadual Professora Kamilla Piovar da Cruz, localizada no Bairro da Lagoa (Tijucas do Sul/PR).

Na EMEF Carlos Gomes, novamente, foi realizada uma roda de conversa sobre o ciclo da vida levando-os a refletir que as plantas são seres vivos e dependem da terra para se alimentar e sobreviver. A conversa teve o objetivo de gerar nos alunos o sentimento de responsabilidade em cuidar da terra e das plantas, para que se mantenha o ciclo da vida no meio em que vivemos. Na parte prática desta oficina os alunos realizaram a mistura do adubo na terra, a abertura das covas e o plantio das mudas de hortaliças. Foram plantadas alface roxa, alface crespa, beterraba, repolho e brócolis.

Em Tijucas do Sul/PR, no Colégio Estadual Prof. Kamilla Piovar da Cruz,  já havia a intenção de iniciar um projeto de horta escolar com os alunos do Ensino Médio, buscando a conscientização relacionada à importância do contato dos alunos com a natureza e da segurança alimentar.  Para trabalhar o tema proposto, foi acordado que a escola ficasse responsável pela realização da limpeza prévia do terreno. Para a montagem dos canteiros foram reutilizadas madeiras de descarte da obra, doadas pela empresa construtora do empreendimento.  

Foi realizada uma roda de conversa sobre a importância das plantas para a manutenção do ciclo da vida e sobre segurança alimentar. Alguns alunos demonstraram já ter contato com a terra, por desenvolverem atividades de plantio junto com os pais em casa.

Após a finalização da roda de conversa, os alunos foram divididos em 04 (quatro) grupos para o desenvolvimento da parte prática da atividade. Um grupo ficou responsável pela confecção das placas de madeira para identificação do plantio. Os demais grupos ficaram responsáveis pela montagem dos 03 (três) canteiros de mudas. Os alunos utilizaram enxadas para afofar a terra e juntar a quantidade necessária para o plantio, em seguida montaram os canteiros com a utilização das tábuas de madeira reutilizadas. Em seguida foi realizada a mistura de adubo à terra de plantio, a abertura de covas e o plantio das mudas de hortaliças.  

5ª Campanha

A 5ª Campanha do Programa de Educação Ambiental foi realizada de forma remota e virtual, em virtude da necessidade de manter o distanciamento social ocasionado pela pandemia da COVID-19. Considerando as dificuldades de acesso a internet por parte das comunidades inseridas no programa, foram realizados contatos com as Secretarias de Educação dos municípios interceptados pela linha para verificar a viabilidade em realizar oficinas virtuais com os professores ou alunos das escolas. 

Com base nas respostas recebidas foi possível realizar duas oficinas, em formatos distintos, com professores de escolas municipais. Em ambas escolas o tema escolhido para a oficina foi: A relação entre as interferências do homem no meio ambiente e o surgimento da pandemia da COVID-19. A primeira oficina foi realizada por meio de um grupo de WhatsApp com os professores da Escola Municipal Carlos Gomes, localizada na comunidade de Roça Velha, município de São José dos Pinhais. A segunda oficina foi realizada com os professores da Escola Municipal Paulo Fuckner, localizada na comunidade de Bateias de Cima, município de Campo Alegre, por meio de um encontro virtual realizado com o uso do aplicativo Google Meets. Ao final da oficina os participantes deveriam descrever em uma palavra algo um sentimento despertado após o encontro, e dentre as palavras estavam: Gratidão, Socorro, Desequilíbrio, Reflexão, Interação e Amor.

Materiais Gráficos do Projeto Conhecendo o Ecossistema

Vídeo utilizado no Projeto Conhecendo o Ecossistema