Sobre o Empreendimento

Por que Implantar essa Linha de Transmissão?

O objetivo da implantação da LT 525 kV Blumenau Curitiba Leste é o de reforçar o atendimento elétrico às regiões sul e extremo sul do estado de Santa Catarina, com qualidade e confiabilidade requeridas no Sistema Interligado Nacional (SIN).

O Sistema Interligado Nacional (SIN) é um sistema de geração e transmissão de energia elétrica, englobando as cinco regiões do Brasil. Como geralmente os pontos geradores de energia são construídos em espaços situados em locais distantes dos centros consumidores, foi desenvolvido no país um extenso sistema de transmissão.

O SIN, do qual a LT 525 kV Blumenau - Curitiba Leste faz parte, viabiliza a troca de energia entre regiões

Veja como funciona o caminho da energia para chegar até a sua casa:

Geração: a energia elétrica pode ser produzida por meio de hidrelétricas, painéis solares, parques eólicos e outros. No Brasil, onde é grande o número de rios, a opção de hidrelétrica é a mais utilizada.

Transmissão: responsável pelas atividades necessárias à transmissão, por meio de torres e cabos, em alta tensão, da fonte geradora (energia produzida) até as subestações de energia.

Distribuição: nas subestações é realizado o rebaixamento da tensão de energia e através de linhas de distribuição (postes de energia que vemos nas cidades) a energia necessária é levada até o cliente final (casas, indústrias, entre outros).

Consumidor: o cliente final recebe a energia elétrica na voltagem correta por meio da rede de distribuição elétrica.  

Você sabe o que é Faixa de Servidão?

A Norma Técnica NBR5422/85 da ABNT, define uma série de critérios para implantação de uma LT, como o balanço dos cabos pelo vento, os valores de campo elétrico, rádio frequência e ruído permitidos pela legislação, além da posição das fundações das torres.

A Faixa de Servidão é uma área instituída sob as linhas de transmissão, e possui usos restritos para garantir a segurança de linhas e das populações que moram perto dela.

Resumindo, a Faixa de Servidão, ou Faixa de Segurança, como também é conhecida, é a área sob a linha de transmissão de energia elétrica. Neste empreendimento, consiste em uma faixa de 60 metros, que avança nas laterais da linha, além da área onde ficam as torres, para preservar a segurança das pessoas e permitir a manutenção da linha.  


Usos permitidos e proibidos da Faixa de Servidão 

Os proprietários das terras atravessadas pela linha deverão respeitar os seguintes usos na faixa de servidão:

PROIBIDO

Subir nas torres;
Plantar árvores de grande porte: pinus, eucaliptos, entre outras;
Realizar queimadas, manusear fogos de artifício;
Armazenar combustível;
Fixar cartazes nas torres;
Construir moradias, movimentar terra;
Fazer escavações, buracos ou erosões;
Empinar pipa;

Danificar a linha ou remover peças das torres.

PERMITIDO

Cultivar pastagens;

Cultivar culturas de pequeno porte: milho, mandioca, vinagreira, entre outras;

Circulação de veículos agrícolas (exceto nas áreas das torres), desde que o veículo não fique parado.

Características e Distribuição das Torres 

As torres metálicas da linha de transmissão suportam os cabos condutores e para-raios. Para a construção da LT 525 kV Blumenau - Curitiba Leste estão sendo utilizadas torres dos tipos Estaiada e Autoportante. Atualmente a LT possui 279 torres, em média, são colocadas duas torres por quilômetro, ou seja, uma a cada 500 metros, variando de acordo com o relevo. 

As torres estaiadas consomem menos material, são mais leves e têm fundações que podem ser pré-moldadas no canteiro de obras, mas demandam áreas adjacentes para implantação.

Já as torres autoportantes podem ser montadas em áreas menores, mas consomem mais material, sendo mais pesadas. Precisam de uma fundação mais robusta, que é executada no local.

Atividades Construtivas

A implantação de uma Linha de Transmissão envolve diferentes atividades construtivas. Sendo elas: 

Saiba mais detalhes sobre as etapas da obra. Clique aqui. 

Serviços Preliminares:

  • Levantamentos topográficos e delimitação da faixa de servidão.
  • Desmatamento, destocamento e limpeza da vegetação

Obras Civis:

  • Implantação/adequação de caminhos de serviço
  • Execução das fundações

Montagens Eletromecânicas

  • Montagem das torres
  • Instalação dos cabos condutores, para-raios e acessórios.

Desmobilização e Recuperação de Frentes de Obra

Áreas de Apoio

Para as obras de implantação da linha de transmissão e adequação das subestações foram implantados três canteiros de obra, sendo um em São José dos Pinhais/PR, outro em São Bento do Sul/SC e outro em Corupá/SC. Os canteiros principais possuem em sua estrutura:

  • Escritório administrativo; Almoxarifado; Refeitório; Lavanderia; Alojamentos; Banheiros e vestiários; Área de lazer; Central de Formas; Central de Armação; Área para estacionamento de veículos e equipamentos; Área para armazenagem de materiais e Abrigo de Resíduos.